Perguntas frequentes - FAQ

Essa é a nossa seção FAQ. Aqui você pode encontrar a resposta para as perguntas mais frequentes relacionadas à digitação.

  1. O que é um teste de digitação?
  2. Para que serve um teste de digitação?
  3. Porque praticar digitação?
  4. Quanto tempo preciso praticar digitação?
  5. O que é PPM?
  6. O que é WPM?
  7. O que são toques líquidos?
  8. O que são toques brutos?
  9. O que são toques totais?
  10. O que é precisão e precisão real e qual a diferença?
  11. O que é digitação por toque?
  12. Como praticar digitação por toque?
  13. O que é memória muscular?
  14. Como digitar mais rápido?
  15. Qual é a velocidade média de digitação no mundo?
  16. Como é calculada a velocidade de digitação?

O que é um teste de digitação?

Um teste de digitação é um teste prático que mede a velocidade e a precisão de uma pessoa ao digitar um texto. Portanto, quem deseja um bom resultado em um teste de digitação precisa digitar rapidamente e sem cometer muitos erros.

Para que serve um teste de digitação?

Um teste de digitação é uma maneira de verificar o quão rápido alguém consegue digitar e com quanta precisão consegue fazer isso. Esse tipo de teste faz parte do processo seletivo de algumas profissões e é um dos critérios de eliminação. Quem pretende ingressar na Polícia Federal ou em áreas jurídicas, por exemplo, precisará passar por um teste desse. Isto porque a velocidade e a qualidade da digitação de quem for exercer esses cargos é essencial para as tarefas que lhes serão atribuídas.

Porque praticar digitação?

O primeiro benefício e o mais claro ao se praticar a digitação é a economia de tempo. Digamos, por exemplo, que alguém consegue digitar um texto com uma velocidade de 30 WPM (palavras por minuto). Se esta mesma pessoa praticar e conseguir chegar a uma velocidade de 60 WPM, ela conseguirá digitar o mesmo texto com a metade do tempo que gastou da primeira vez. Isto quer dizer que esta pessoa poderá realizar suas atividades que envolvem digitação de texto com o dobro da sua velocidade inicial.

Neste sentido, ao praticar digitação com as técnicas corretas, você vai evoluir e conseguirá terminar seus trabalhos em menos tempo. Também poderá se comunicar na internet de forma mais ágil e eficiente. Poderá dar respostas mais rápidas aos seus clientes, colegas de trabalho e amigos, interagir de forma bem mais dinâmica nas redes sociais e se comunicar rapidamente em jogos online.

Outra vantagem de praticar digitação é a diminuição do desgaste físico e o aumento do conforto nas atividades que envolvem um computador. Ao aplicar as técnicas corretas de digitação, suas mãos e dedos se movimentarão bem menos e de forma mais eficiente enquanto digita. Além disso, o tempo que precisará passar em frente ao computador será menor, já que suas atividades serão finalizadas em menos tempo.

Quanto tempo preciso praticar digitação?

O ideal é praticar de 10 a 20 minutos por dia. O aumento na velocidade de digitação varia de acordo com cada pessoa, mas, ao praticar com as técnicas corretas e de forma consistente, os resultados já podem ser percebidos dentro de um ou três meses.

O que é PPM?

PPM, em digitação, é uma abreviação para “palavras por minuto” e é uma unidade de medida para velocidade de digitação. Alguém que tem uma velocidade de 50 PPM, por exemplo, consegue digitar aproximadamente 50 palavras a cada minuto.

O que é WPM?

WPM é a abreviação em inglês para “words per minute”, que significa “palavras por minuto”. Essa abreviação é usada como unidade de medida para representar velocidade de digitação. Uma pessoa que atingiu em um teste de digitação a velocidade de 60 WPM, por exemplo, consegue digitar aproximadamente 60 palavras por minuto.

O que são toques líquidos?

Toques líquidos é a quantidade de caracteres corretos por minuto que foram inseridos em um teste de digitação. Dizer que alguém atingiu 200 toques líquidos, por exemplo, significa dizer que essa pessoa digitou aproximadamente 200 caracteres corretos a cada minuto.

O que são toques brutos?

Toques brutos é a quantidade total de caracteres, corretos ou incorretos, inseridos em um teste de digitação. É considerado somente o conteúdo final do teste, ou seja, correções não são contabilizadas.

O que são toques totais?

Toques totais são todos os caracteres, corretos ou incorretos, que foram inseridos durante um teste de digitação. Caracteres que foram corrigidos também são contabilizados.

O que é precisão e precisão real e qual a diferença?

A precisão mostra quanto do conteúdo do teste foi digitado corretamente. É levado em consideração somente o conteúdo final digitado, ou seja, as correções realizadas durante o teste não são contabilizadas.

A precisão real também mostra quanto do conteúdo do teste foi digitado corretamente. Porém, na precisão real tudo o que foi digitado é levado em consideração, incluindo as correções realizadas durante o teste.

O que é digitação por toque?

A digitação por toque (Home Row) é uma técnica baseada na memória muscular (memória de movimento) na qual a pessoa digita sem olhar para o teclado. Nessa técnica as saliências presentes nas teclas “F” e “J” servem como referência para que as teclas possam ser encontradas sem que o indivíduo precise olhar para o teclado. Na posição inicial de digitação, os quatro dedos de cada mão se posicionam na linha central do teclado e acionam as outras teclas a partir dessa posição, enquanto que os polegares acionam a tecla “espaço”.

Essa é uma das principais técnicas utilizadas para digitar e é ensinada em muitas instituições e cursos de digitação.

Como praticar digitação por toque?

O primeiro passo para praticar a digitação por toque (técnica Home Row) é posicionar seus dedos corretamente no teclado. Para isso utilize as saliências presentes nas teclas “F” e “J” para posicionar o dedo indicador da mão esquerda na letra “F” e o da mão direita na letra “J”. Isso deve ser feito sem que você esteja olhando para o teclado. Os demais dedos da mão esquerda devem se posicionar nas teclas “A”, “S” e “D” enquanto que os da direita devem ficar nas teclas “K”, “L” e “;“ (ou “Ç”). Por fim, os polegares devem se posicionar para acionar a tecla “espaço”. O posicionamento correto dos dedos pode ser observado na imagem abaixo.

digitação por toque - posição inicial

Cada dedo é responsável por um grupo de teclas e deverá acionar sempre as mesmas teclas e com o mesmo movimento. As teclas “2”, “W”, “S” e “X”, por exemplo, devem ser acionadas sempre pelo dedo anelar da mão esquerda. A distribuição de teclas entre os dedos de cada mão pode ser observada na imagem abaixo.

digitação por toque - distribuição de teclas

O próximo passo é praticar o acionamento das teclas. Existem muitas ferramentas online que te guiam durante esse processo. Para encontrar essas ferramentas basta pesquisar na internet por “curso de digitação por toque”.

Porém, se preferir, você pode praticar por conta própria. Para isso, abra um editor de texto (Word ou o bloco de notas) ou qualquer outra ferramenta onde você possa digitar. Depois, repita o acionamento de cada tecla sem olhar para o teclado. Lembre-se sempre de usar os dedos corretos para acionar as teclas. Consulte a imagem anterior caso precise lembrar qual dedo deve usar para acionar cada tecla.

Comece digitando a letra “F” várias vezes, olhando para a tela e sem olhar para o teclado, até sentir que você já se acostumou com essa tecla. Depois, faça o mesmo com as letras “J”, “D”, “K”, “S”, “L”, “A”, “;” (ou “Ç”) e também com as outras teclas. Após isso, tente digitar as mesmas teclas alternadamente. Quando perceber que já consegue acionar todas as principais teclas do teclado sem olhar, poderá praticar digitando seu nome, palavras, frases e depois textos.

Aprender digitação por toque é um processo que costuma ser difícil no começo e pode demorar alguns dias, portanto, é preciso ter paciência. Lembre-se de que, enquanto pratica, o mais importante é digitar tudo (ou quase tudo) corretamente e não a velocidade.

Com a prática seu cérebro aprenderá os movimentos corretos para acionar cada tecla e sua velocidade aumentará naturalmente. Assim, os movimentos para digitar ficarão automáticos e você não precisará mais se concentrar nos detalhes de cada movimento. Tudo ficará bem mais fácil e natural. Isso é possível por causa de um processo chamado memória muscular. Esse é o mesmo processo que ocorre quando aprendemos, por exemplo, a andar de bicicleta ou a tocar um instrumento musical.

O que é memória muscular?

A memória muscular também é conhecida como memória de movimento. Quando realizamos um movimento várias vezes, nosso cérebro cria uma memória desse movimento, ou seja, da sequência de ações necessárias (como contrações musculares, por exemplo) para realizar esse movimento. Quanto mais repetições são feitas desse movimento, mais forte fica a memória referente a ele e assim, ele poderá ser executado de forma automática no futuro, sem que seja necessário se concentrar para isso. Isso é o que chamamos de memória muscular, memória de movimento ou memória motora. É assim que aprendemos, por exemplo, a andar de bicicleta ou a tocar instrumentos musicais.

Além disso, dependendo dos movimentos executados (como em exercícios físicos), são criados novos núcleos nas células musculares. Esses núcleos fazem com que os resultados apareçam de forma bem mais rápida para quem voltou a se exercitar depois de algum tempo parado. Esse processo também é considerado como memória muscular.

Como digitar mais rápido?

Criamos uma página com dicas sobre como aumentar sua velocidade de digitação. Para acessar essa página basta clicar no link contido neste parágrafo ou então clicar em “Dicas” no menu de navegação.

Qual é a velocidade média de digitação no mundo?

De acordo com testes realizados por diversos sites de digitação, a velocidade média de digitação utilizando um teclado físico é de 42 WPM (palavras por minuto). Os dados que apontam para essa velocidade contam com mais de 14 milhões de testes realizados em mais de 40 idiomas.

Já a velocidade média de digitação no idioma inglês chega a 52 WPM. Isso é o que aponta um estudo controlado realizado pela Universidade Aalto na Finlândia em conjunto com a Universidade de Cambridge no Reino Unido. Esse estudo contou com a participação de 168 mil voluntários de vários países, totalizando 136 milhões de teclas pressionadas. A maior velocidade registrada nesse teste foi de 120 WPM.

Considerando que o idioma, o conteúdo dos testes e a forma que são conduzidos pode interferir nos resultados das estatísticas, podemos considerar que a velocidade de digitação média geral é algo entre 42 WPM e 52 WPM.

Como é calculada a velocidade de digitação?

A velocidade de digitação é obtida ao dividir a quantidade total de palavras digitadas pelo tempo total em minutos gasto para finalizar o teste.

Digamos, por exemplo, que alguém digitou 100 palavras em 2 minutos em um teste. Podemos dizer então que a velocidade atingida por essa pessoa nesse teste foi de 50 WPM (palavras por minuto). Isto porque 100 (palavras) dividido por 2 (minutos) é igual a 50.

Porém, devemos observar que o tamanho das palavras pode interferir na velocidade de digitação final do usuário. Um teste contendo muitas palavras grandes resultará em uma velocidade menor do que um teste que contenha muitas palavras pequenas, mesmo que a velocidade utilizada na digitação seja a mesma para os dois testes. Digitar a palavra "casa", por exemplo, leva menos tempo do que digitar a palavra "internacionalização". Assim, para que o tamanho das palavras não influencie nos resultados, utilizamos o cálculo baseado na quantidade de caracteres digitados, onde 5 caracteres equivalem a uma palavra digitada. Desse modo, o cálculo será mais preciso e consistente e esse é o padrão utilizado por muitos sites e instituições que realizam testes de digitação. Portanto, o cálculo final para a velocidade de digitação fica assim:

Velocidade = Caracteres digitados ÷ 5 ÷ Tempo (em minutos)

A velocidade de alguém que está realizando um teste de digitação também pode variar bastante, dependendo do conteúdo que está sendo digitado. É bem mais fácil digitar a frase “Há muitos templos em Kyoto.” do que o conjunto aleatório de caracteres “Yf yzxtxj tjjipjz jh Jxraq”. Por esse motivo, o conteúdo dos nossos testes é composto principalmente de palavras, frases e textos comuns. Desse modo, os resultados dos seus testes estarão baseados na digitação de textos reais e mais próximos do que você provavelmente digita no dia a dia.

Caso precise praticar com textos diferentes e queira enviar seus próprios textos, basta escolher a opção “Customizado” na página “Teste”, inserir seu texto e clicar em “Iniciar teste”.

Em algumas das provas de digitação exigidas em exames para exercer determinadas profissões os erros de digitação têm um peso maior do que o que é utilizado neste site. Com isto, a velocidade de digitação apontada nessas provas pode ser menor do que a que seria exibida por este site. Exemplo:

Dados do teste de digitação -> 500 caracteres digitados em 2 minutos com 40 erros
Cálculo deste site -> ((500 - (40 * 1)) ÷ 5) ÷ 2 = 46 WPM
Cálculo de teste com peso de 3x em erros -> ((500 - (40 * 3)) ÷ 5) ÷ 2 = 38 WPM

Se você estiver se preparando para uma prova que o erros de digitação tem um peso de 2x ou mais, ou que utiliza um cálculo diferente do que é utilizado por este site, poderá utilizar as variáveis dos resultados dos testes de digitação deste site e aplicar o mesmo cálculo que será utilizado no seu exame. Assim, poderá saber se a velocidade de digitação que atingiu no teste deste site é o bastante para ser aprovado na prova de digitação do seu exame.